5 dicas de capacitação de professores para EAD

Tempo de Leitura: 3 minutos
professora-de-universidade-ministrando-aulas-online-para-ensino-a-distancia

Investir em capacitação de professores para EAD se tornou uma obrigação para os reitores de faculdades e universidades. 

Afinal, a tendência é que cada vez mais o ensino híbrido — que mescla atividades presenciais com as feitas a distância — seja procurado e preferido pelos alunos.

Em contrapartida, uma recente pesquisa feita pelo Instituto Península concluiu que 83% dos professores ainda se sentem despreparados para as aulas EAD.

É por isso que a capacitação de professores para EAD é tão relevante para as IES. 

Confira 5 dicas de capacitação de professores para EAD

A seguir, apresentaremos algumas dicas de capacitação de professores para EAD, para que você possa colocá-las em prática na sua instituição. Acompanhe!

1. Trabalhe aspectos comportamentais

O primeiro passo para capacitar os professores para a modalidade EAD é fazer com que eles compreendam sobre os aspectos comportamentais dos alunos.

Os docentes mais velhos podem ter dificuldades em lidar com os jovens da geração Z, que acabam de entrar nas IES, por exemplo.

Envoltos por recursos tecnológicos desde que nasceram, esses alunos têm comportamentos diferentes dos de gerações anteriores.

Portanto, é importante que os professores saibam como lidar com o pensamento rápido e a preferência por consumo de conteúdos digitais, entre outras características de comportamento dos novos alunos.

Outro público frequente na EAD é o dos adultos com idades entre 26 e 40 anos, que não começaram a faculdade logo após o Ensino Médio, geralmente por falta de condições financeiras.

Esse perfil de aluno não se dedica somente aos estudos, como a maioria dos adolescentes e jovens adultos. Ele precisa compartilhar o tempo com o trabalho e a família, sendo necessário que os professores se preparem para atender às suas demandas e ao seu ritmo.

2. Aprofunde os aspectos técnicos

O EAD não consiste em apenas gravar aulas ou transpor para o meio digital o que seria um encontro presencial.

Diversas outras formas de aprendizagem fazem parte desse contexto. Portanto, os professores devem dominá-las.

Em um curso EAD, os alunos têm acesso a conteúdos como livros, e-books, vídeos, podcasts e games, entre outros. Além disso, participam de ambientes de interação, como fóruns de discussão.

Ao preparar uma capacitação de professores para EAD, portanto, pense nesses aspectos técnicos. Assim, os docentes se sentirão realmente preparados para trabalhar com essa metodologia.

A capacitação também pode envolver noções para criação de roteiros e planos de aulas a distância, uso de equipamentos, figurino e maquiagem, enquadramento das câmeras e iluminação, comunicação etc.

3. Ofereça cursos

A sua instituição de ensino também pode contratar especialistas em educação a distância para ministrar cursos ao corpo docente.

Podem ser oferecidas aulas teóricas e práticas, além de palestras e workshops sobre o tema.

Com os cursos, os professores conhecerão as formas de interação, bem como as técnicas de abordagem e ensino na modalidade EAD.

4. Escolha ferramentas intuitivas

Ao aplicar o EAD em sua IES, é importante que você escolha ferramentas intuitivas e fáceis de usar, tanto para alunos quanto para professores. No mercado, existem diversas soluções inovadoras que podem ajudar muito nesse sentido.

O Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) já é utilizado há algum tempo pela maioria das IES. No entanto, a tecnologia não deve ficar limitada a esse espaço. Existem outras ferramentas que podem complementar o EAD.

As bibliotecas virtuais, por exemplo, dispõem de uma série de livros, revistas científicas e e-books que os professores podem usar para pesquisar e preparar as suas aulas.

Além disso, será possível recomendar as leituras aos alunos, para que eles explorem mais os conteúdos estudados nas aulas.

Também são interessantes ferramentas que simulem práticas presenciais, como os laboratórios virtuais. Com esse tipo de plataforma, professores e alunos podem fazer experimentos com produtos químicos, como se estivessem em um ambiente físico.

Isso tudo de forma econômica e prática para a sua IES.

5. Capacite os professores nas ferramentas escolhidas 

Depois de escolher as melhores ferramentas EAD para a instituição de ensino, também é uma boa prática preparar os professores para que trabalhem com cada uma delas. A ideia é que eles conheçam todos os recursos disponíveis, para que possam explorá-los com os alunos.

Portanto, uma apresentação breve sobre como cada ferramenta escolhida pode ser utilizada na prática pedagógica é interessante. Isso deve ser combinado com o próprio fornecedor contratado, que pode oferecer essa capacitação.

Como responsável por uma IES, é importante que você prepare bem o seu corpo docente. Esperamos que essas dicas de capacitação de professores para EAD tenham sido úteis.

Aproveite para saber como será o Ensino Superior no futuro. Temos um artigo interessante que fala sobre o assunto!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ler notícia Plataformas de Aprendizagem

Tecnologias digitais na educação: 6 motivos para aplicar na IES

05.ago.2021

Entenda a importância das tecnologias digitais na educação e conheça as principais razões para aplicá-las na sua instituição de ensino superior!

Ler notícia tecnologias educacionais no ensino superior jovem mulher aprendendo online em sua casa Plataformas de Aprendizagem

A importância das tecnologias educacionais para o avanço do Ensino Superior

03.ago.2021

O digital pode transformar a aprendizagem na instituição. Entenda as mudanças e praticidades que as tecnologias educacionais proporcionam para o Ensino Superior!

Ler notícia trilhas de aprendizagem tres colegas estudantes de diferentes etnias com notebook na mesa Plataformas de Aprendizagem

Trilhas de aprendizagem: você já conhece esse conceito?

29.jul.2021

As trilhas de aprendizagem combinam as necessidades dos estudantes com o conteúdo transmitido pelo discente. São fundamentais para o Ensino Superior.