Mobile Learning: 22 aplicações + 7 motivos para implementar no Ensino Superior remoto

Tempo de Leitura: 2 min
mobile learning ensino superior

A tecnologia na educação é um diferencial competitivo. No último ano, o Mobile Learning mostrou sua importância.

Com mais IES trabalhando no ensino remoto, percebemos como é importante investir em inovação. Por sorte, muitos dos recursos tecnológicos de M-learning são simples de aplicar.

Mesmo assim, elas trazem grandes resultados. Portanto, vale a pena começar a apostar nisso, principalmente neste momento de transformações.

A seguir, entenda como o Mobile Learning pode ser usado nas IES e confira quais são suas vantagens!

22 aplicações do M-learning no Ensino Superior

O Mobile Learning pode ser aplicado de várias formas nas IES. Algumas são simples e rotineiras, enquanto outras são rebuscadas e pontuais. Confira abaixo:

    1. promover atividades por meio de mensagens, fotos, áudios etc;
    2. criar uma comunidade online para compartilhar informações;
    3. trocas de mensagens, fotos e vídeos em tempo real para gerar soluções em grupo;
    4. assistir vídeos para complementar a compreensão da matéria;
    5. usar o e-mail para compartilhar documentos, links, fotos, vídeos etc;
    6. marcar reuniões a distância para estudar ou fazer trabalhos;
    7. realizar quizzes online, que são corrigidos automaticamente;
    8. acessar um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) para completar atividades, dar feedbacks e se comunicar;
    9. escrever um diário de aprendizagem online, com tudo o que o aluno aprende;
    10. participar de fóruns de discussão;
    11. acessar arquivos na nuvem, que estão sempre disponíveis;
    12. aprender com jogos educativos;
    13. criar e acessar mapas conceituais;
    14. fazer anotações e capturar imagens durante uma aula ou pesquisa de campo;
    15. ter acesso a livros digitais e bibliotecas virtuais;
    16. participar de atividades em mundos do tipo MV3D, como o Google Earth;
    17. trocar informações pelas redes sociais;
    18. ouvir aulas e áudios gravados por professores ou colegas;
    19. acessar e compartilhar diversos objetos virtuais de aprendizagem;
    20. aprender em contexto com a ajuda de ferramentas como a Realidade Aumentada (RA);
    21. acessar, a qualquer momento, os Recursos Educacionais Abertos, que estão em domínio público;
    22. utilizar sistemas para dispositivos móveis para fazer avaliações.

Essas são algumas das formas de usar o M-learning em sala de aula em uma IES. Porém, essa lista não é única. Afinal, todos os dias surgem novos recursos que podem ser implementados na educação.

7 motivos para implementar o Mobile Learning no Ensino Superior remoto

Depois de conferir a lista acima, você deve ter percebido que o M-learning oferece múltiplas ferramentas para as instituições de ensino superior otimizarem ainda mais a metodologia educacional.

Com a ajuda da expansão do ensino remoto, também é possível minimizar bastante o uso de recursos.

Porém, implementá-los de forma estratégica pode trazer resultados surpreendentes. Isso porque o Mobile Learning oferece vantagens tanto para os alunos quanto para a instituição.

Confira, a seguir, alguns motivos para implementar o M-learning na sua IES.

1. Mais agilidade no aprendizado

Em geral, muitas das tarefas que envolvem ensino-aprendizagem não são ágeis. Fazer anotações, cálculos e pesquisas pode demorar e tornar o processo pouco eficiente.

Por isso, alguns alunos se sentem frustrados ao estudar. Eles fazem muito esforço e nem sempre colhem o mesmo volume de retornos. Sendo assim, encontrar maneiras de otimizar o estudo vale a pena.

É o que faz a tecnologia na educação: encontra formas de simplificar atividades e agilizar a aprendizagem. Os estudantes conseguem ver mais resultados e não ficam desmotivados nesse cenário.

2. Aprendizado colaborativo

Aprender é construir conhecimento. E todos construímos melhor quando temos alguém para ajudar nessa jornada.

Mesmo que a autonomia deva ser incentivada, é essencial que os alunos saibam trabalhar em grupo.

Claro, essa habilidade é importante para o mercado de trabalho, mas também para a vida pessoal dos estudantes.

Ao compartilhar informações, tirar dúvidas e conversar com os colegas, eles aprendem mais. Ainda adicionam novos conhecimentos ao seu repertório.

3. Funcionalidades ágeis para gravação e edição de conteúdos

O ensino remoto estimula o uso de novas mídias em sala de aula. Esse é o caso, principalmente, de áudios e vídeos.

Eles são úteis para fazer demonstrações, dar respostas rápidas, ajudar na prática de algumas disciplinas e muito mais.

Por exemplo, alunos pesquisadores podem filmar seus experimentos como parte da análise. Estudantes que aprendem línguas estrangeiras, por outro lado, tendem a aproveitar os recursos de áudio.

Mas as ferramentas de M-learning sempre vão além. Com criatividade e inovação, todos os cursos são capazes de usá-las.

​​

4. Acesso ilimitado aos conteúdos

Ir à biblioteca ou ao laboratório se tornou uma atividade difícil no último ano. Até mesmo a sala de aula se encontrou fora dos limites. Mas o Mobile Learning nos mostrou que não significa que o ensino deve parar.

Com a tecnologia, os conteúdos podem ser acessados a qualquer hora e lugar. Isso torna a educação mais acessível e inclusiva. Também permite que os estudantes desenvolvam autonomia na busca pelo conhecimento.

5. Facilidade de acompanhamento dos alunos

Em uma era de ambientes virtuais e meios de comunicação, os professores têm ferramentas incríveis à disposição. Algumas delas são úteis para acompanhar de perto como os estudantes se saem.

Assim, os docentes conseguem ajudar os discentes a criarem suas próprias trilhas de aprendizagem. Além disso, podem conferir como cada um deles está nessa jornada, por meio de relatórios detalhados.

Com a tecnologia, não é preciso tentar manter arquivos de papel em dia para saber as notas dos alunos. Tudo fica mais simples e explícito.

Complemente a sua leitura!

👉 Como aplicar as trilhas de aprendizagem na IES

6. Adoção de novas estratégias metodológicas

É verdade que sempre existiram diferentes metodologias. Porém, o Mobile Learning facilitou a aplicação de muitas delas.

Com os recursos tecnológicos e o ensino remoto, vários métodos que antes eram difíceis de aplicar passaram a ser comuns.

Sala de aula invertida e laboratório rotacional, entre outros, podem ser utilizados por conta da inovação.

Complemente a sua leitura!

👉 5 estratégias metodológicas para aulas remotas para colocar em prática

7. Aumento da autoestima e autoconfiança do aluno

Por fim, uma das grandes vantagens do M-learning é como permite que o estudante seja mais independente.

Ele pode decidir o que, quando e onde estudar. Além disso, fica consciente das próprias necessidades.

Isso aumenta a autoestima e autoconfiança dele. O aluno se sente mais motivado e, assim, a construção do conhecimento se torna natural.

O Mobile Learning veio para ficar. Conhecer seus recursos é benéfico tanto para os estudantes quanto para a IES. Com eles, sua instituição pode preparar os melhores profissionais para o futuro.

A Pearson Higher Education sempre incentiva a tecnologia na educação. Conheça a nossa plataforma para auxiliar no ensino remoto: a Brightspace D2L. Baixe grátis a apresentação da plataforma e tire todas as suas dúvidas!

Fique por dentro das tendências e inovações educacionais! 👇

Siga-nos nas redes sociais!    

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ler notícia analise preditiva ajuda a evitar evasão ies Plataformas de Aprendizagem

Análise preditiva no Ensino Superior ajuda a reduzir a evasão escolar

14.out.2021

Entenda o que é a análise preditiva e como ela pode ajudar você a controlar a evasão escolar na sua instituição de ensino superior!

Ler notícia learning analytics na instituição de ensino superior Plataformas de Aprendizagem

Learning Analytics: 5 vantagens para o processo de ensino-aprendizagem

12.out.2021

Descubra o que é Learning Analytics e entenda como isso pode auxiliar professores e alunos na sua instituição de ensino superior! Conheça 5 vantagens!

Ler notícia tecnologia na educação Higher Education

Tecnologia na educação: 5 soluções para atrair, converter e reter alunos

30.set.2021

Quer modernizar a sua IES? Conheça algumas soluções de tecnologia na educação que ajudam a atrair, converter e reter alunos!