O que é a flexibilização curricular?

Tempo de Leitura: 2.5 minutos
estudantes-de-universidade-em-sala-de-aula-participando-do-conteudo-com-professor-presente

O ensino superior está mudando e novos conceitos surgem nesse segmento. Um deles é a flexibilização curricular, uma tendência para as instituições de ensino, que já vem sendo buscada por muitos alunos.

Investir em flexibilização curricular é uma boa ideia para atrair alunos para uma faculdade ou universidade. Isso porque eles perceberão mais valor no curso e verão mais oportunidades de colocar os conceitos aprendidos em prática, no mercado de trabalho.

Se você ainda não tem clareza sobre esse conceito, não se preocupe! A seguir, explicaremos o que é a flexibilização curricular e quais são os benefícios que ela traz para as instituições de ensino superior e os seus alunos.

O conceito de flexibilização curricular

A flexibilização curricular nada mais é do que dar ao aluno a possibilidade dele ser mais participativo no decorrer de sua graduação, tendo a liberdade de escolher as disciplinas que vai cursar.

É claro que existem algumas disciplinas que são básicas das formações e que precisam ser cursadas por todos. Porém, algumas são mais optativas e podem ser escolhidas de acordo com os rumos que cada estudante deseja dar para a sua carreira.

Imagine, por exemplo, um estudante de jornalismo.

Ele necessita de uma formação básica em disciplinas de teorias da comunicação, técnicas de entrevistas, estudos das mídias, etc.

No entanto, se deseja seguir carreira trabalhando com jornalismo impresso ou digital, talvez não precise se aprofundar tanto nos estudos de telejornalismo e radiojornalismo.

 Logo, ele pode fazer apenas uma disciplina mais básica de rádio e TV e dedicar o restante do seu tempo para aprofundar os conhecimentos sobre escrita e ferramentas digitais, que vai precisar para trabalhar com textos.

Esse é apenas um exemplo, que pode ser aplicado às mais diversas áreas do conhecimento. Afinal, praticamente todas as graduações abrem um leque de opções para os graduandos, que depois precisam escolher que rumo tomar em suas carreiras.

Com a flexibilização curricular, os estudantes já podem fazer essa escolha durante o curso e ir moldando a grade de disciplinas. 

Benefícios da flexibilização curricular para alunos e instituições

Ao aplicar a flexibilização curricular, uma série de benefícios são obtidos, para os alunos e também para as instituições. Veja alguns dos principais, a seguir!

Desenvolvimento profissional

A flexibilidade curricular permite que o estudante curse disciplinas variadas, de acordo com os seus interesses. É possível, inclusive, ir além da formação e desenvolver aspectos emocionais e sociais.

Otimização de tempo

O aluno consegue otimizar o seu tempo, tendo em vista que dará mais foco para as áreas que realmente serão úteis para a sua carreira. Vale lembrar que as disciplinas complementares podem ser ofertadas em modo presencial e também a distância, o que dá ainda mais flexibilidade para os alunos.

Chamariz de novos alunos

Para as instituições de ensino, a modalidade flexível pode servir como um chamariz para novos alunos. Isso porque os estudantes se interessam por terem mais independência e poder moldar a grade curricular é importante para isso.

Maior integração entre aluno e orientador

Em uma faculdade que adota a flexibilização curricular, a integração entre alunos e orientadores, como professores e coordenadores de curso, é maior. Isso porque os professores precisarão conversar com os estudantes, compreender as expectativas de cada um deles e orientar sobre as disciplinas que devem escolher.

Isso é benéfico, para que a instituição tenha uma visão mais detalhada sobre o que os alunos pensam dela. Assim, podem se aperfeiçoar sempre e conquistar a confiança da comunidade em que atua.

A flexibilidade curricular, sem dúvida, é uma opção para as instituições de ensino que desejam se tornar mais inovadoras. No entanto, isso não é o único que pode ser feito!

Existem outras ações que você pode colocar em prática! Saiba mais em nosso artigo que traz 5 maneiras de tornar a sua IES mais inovadora. ​

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ler notícia Plataformas de Aprendizagem

Tecnologias digitais na educação: 6 motivos para aplicar na IES

05.ago.2021

Entenda a importância das tecnologias digitais na educação e conheça as principais razões para aplicá-las na sua instituição de ensino superior!

Ler notícia tecnologias educacionais no ensino superior jovem mulher aprendendo online em sua casa Plataformas de Aprendizagem

A importância das tecnologias educacionais para o avanço do Ensino Superior

03.ago.2021

O digital pode transformar a aprendizagem na instituição. Entenda as mudanças e praticidades que as tecnologias educacionais proporcionam para o Ensino Superior!

Ler notícia trilhas de aprendizagem tres colegas estudantes de diferentes etnias com notebook na mesa Plataformas de Aprendizagem

Trilhas de aprendizagem: você já conhece esse conceito?

29.jul.2021

As trilhas de aprendizagem combinam as necessidades dos estudantes com o conteúdo transmitido pelo discente. São fundamentais para o Ensino Superior.