Os atores das Instituições de Ensino Superior enfrentam o desafio da gestão do tempo, e as ferramentas digitais são seus aliados.


  1. 3 considerações para gestão do tempo na educação digital
    1.1 Comportamento multitarefa
    1.1.1 Perda de concentração
    1.1.2 Queda de desempenho
    1.2 Consciência do tempo finito e do processo para atingir metas
    1.2.1 Data de validade para as tarefas
    1.2.2 Flexibilidade e definição de prioridades
    1.3 Ferramentas digitais como aliadas da gestão do tempo

Entre as muitas habilidades que a educação digital promove na comunidade acadêmica das Instituições de Ensino Superior, há uma que é fundamental: a gestão do tempo.

Na tentativa de cumprir todas as atividades e compromissos cotidianos, a exaustão e a frustração parecem dominar, mas a organização e priorização das atividades hoje tem como aliados ferramentas digitais, embora nem todos tenham notado.

Se você continuar lendo, você fará parte daqueles que usam a tecnologia a seu favor!

3 considerações para alcançar a melhor gestão do tempo na era da educação digital

ferramentas digitais para gestao do tempo educacao digital

Quando falamos em gerenciamento de tempo, não falamos sobre o domínio de qualquer pessoa sobre o tempo para ajustá-lo às necessidades e atividades diárias. 

Ao contrário, a gestão do tempo consiste na organização das suas próprias atividades para a realização de objetivos e metas, considerando o curto, médio e longo prazo.

Portanto, administrar o tempo significa ter um alto compromisso com a gestão de nossas atividades, como uma questão que está em nosso poder e decisão.

Às vezes pensamos que a vida acelerada desses tempos nos forçou a viver assim, mas a desorganização e o estresse gerados pelo acúmulo de atividades não é um fenômeno externo, não é algo além do nosso controle, não somos incapazes de agir nesse ponto.

A era da educação digital exige que sejamos atenciosos, críticos e muito ousados para entender e se apropriar criativamente da onda de invenções digitais e soluções que estão ao nosso alcance.

Quer conhecer 3 aspectos que impactam diretamente na gestão das atividades de cada indivíduo em tempos de transformação digital e pandemia? Continue lendo!

1. Comportamento multitarefa

gestao do tempo multitarefa

Muitas vezes eu mesma já experimentei um dia-a-dia como uma explosão caótica de estresse, com múltiplas atividades pendentes para fazer, sem controle, agindo de forma automática e, no final do dia, exausta e esgotada. E o pior, sem ter terminado as atividades pendentes.

Quando expliquei meu ritmo de trabalho, eu disse "sou multitarefa", a exaustão me derrubou, mas decidi ser indiferente a isso para alcançar o "ser eficiente".

Havia uma incongruência entre o que eu estava experimentando e a justificativa que minha mente fazia para continuar os maus hábitos da minha jornada exaustiva.

Eu estava imersa no mito da multitarefa...

Ser multitarefa não é possível, como afirmado por vários estudos, uma vez que nosso cérebro é construído para se concentrar e atuar em uma única atividade de cada vez.

Perda de concentração

Quando executamos duas ou mais tarefas simultaneamente, a atenção é distribuída perdendo a concentração. E nós realmente vamos de uma tarefa para outra rapidamente, intercalando os momentos para cada um deles, pensando que nosso cérebro está focado em todos eles ao mesmo tempo.

Leia também: 👉 Metodologias ativas na avaliação com estudantes do ensino superior

Queda de desempenho

E o que estamos fazendo é comprometer o desempenho de nossa atenção, que é um recurso cerebral limitado, porque exigimos que nosso cérebro lide com uma quantidade esmagadora de informações indo de uma atividade para outra sem permitir pausas entre eles.

Strayer afirma em seu artigo Multitasking Brain, que o foco da atenção é a chave para uma cognição saudável. E eu descobri quando meu cérebro exausto não conseguia mais pensar.

Para alcançar todas as tarefas que estabelecemos para nós mesmos, não precisamos ser malabaristas cerebrais, precisamos dar ordem e tempo para cada uma de nossas atividades. Mas como alcançá-lo? Veja dois passos:

gestao do tempo no ensino superior passo a passo

2. Consciência do tempo finito e do processo para atingir metas

Vivemos com uma baixa percepção sobre finitude do tempo. Embora não pensemos que tudo dura para sempre, não podemos agir como se tudo tivesse seu fim em um futuro muito distante.

Não estamos cientes das datas de validade de nossa energia, nossa juventude, nossa saúde, as oportunidades e o tempo para estar com aqueles que queremos.

Naqueles dias em que eu só trabalhava e trabalhava, eu realmente pensava que em algum momento chegaria a hora de estar com minha família, ir ao médico, descansar etc. Mas nunca chegou, um ano depois eu percebi tudo o que eu tinha perdido enquanto atuando como um "multitarefa".

Descobri que se eu não colocasse meus hábitos de trabalho diários em ordem, a data de validade da minha saúde chegaria mais cedo do que o esperado.

As tarefas precisam de uma data de validade

Então pedi ajuda para aprender a organizar e equilibrar minhas tarefas e minha vida pessoal. A chave era dar a cada atividade uma hora do dia, incluindo pausas, consultas médicas, horários de refeição, etc.

Parecia impossível porque as tarefas pendentes me dominaram, organizei as atividades e o dia não saiu como eu tinha planejado, o que me fez sentir muito frustrada.

banner ebook como preparar os alunos para o mercado de trabalho

Flexibilidade e definição de prioridades

Então flexibilidade foi minha salvação. Aprendi que o processo pelo qual as tarefas são cumpridas é aquele que é moldado dia após dia, que não há plano e execução perfeitos e que tudo depende da minha consciência do tempo no aqui e agora.

O que significa que, no presente momento, devo medir prioridades. Agir com estratégia no aqui e agora e criar breves momentos de descanso, porque neles, o cérebro vai relaxar a concentração e encontrar soluções.

Organizar momentos específicos de concentração para tarefas complexas evitando distratores, em vários dias da semana e sem esperar ansiosamente para terminar tudo no mesmo dia, é um avanço importante.

Além disso, ajuda a aumentar a consciência dos próprios impulsos que nos saturam com atividades, já que possivelmente a si mesmo é o arquiteto do próprio caos.

Neste contexto, as ferramentas digitais podem ser nossas aliadas? A seguir, você encontrará a verdadeira resposta.

Leia também: 👉 Como as ferramentas digitais podem fazer a diferença na sua IES

3. Ferramentas digitais como aliadas da gestão do tempo

gestao do tempo na educacao superior ferramentas digitais

A tecnologia nos trouxe recursos eficientes que tornam o cotidiano mais prático. No entanto, é compreensível que em meio ao estresse, desorganização e exaustão não tenhamos descoberto como isso pode realmente nos ajudar.

Assim como a tecnologia tem se envolvido em nosso dia a dia ao conhecer novas pessoas, viajar ou nos distrair com videogames, podemos também aplicar ferramentas tecnológicas na gestão de nossas atividades.

Um calendário digital é um bom exemplo disso. Por meio de um aplicativo no dispositivo móvel ou no computador é possível organizar as atividades do dia de forma visível, tendo em mente os horários de cada coisa.

Além disso, permite planejar com detalhes, com cores que facilitam a visualização, significado e importância de cada atividade, além de editar antes da flexibilidade que vem com a mudança de planos.

Alertas e lembretes forçam o cérebro a parar, fazer uma pausa de 5 minutos, mover-se, tomar 3 respirações conscientes e continuar com a próxima atividade.

Por outro lado, o calendário de papel não traz tantas vantagens, a edição é trabalhosa, não há alertas ou lembretes e é um objeto extra ao viajar ou estar em movimento contínuo. Aliás, eu adoro agendas de papel, mas para gerenciar o tempo, aplicativos de calendário têm sido mais úteis.

Nova call to action

  1. Integrar um calendário digital ajuda na tomada de decisão.
  2. Em apenas um dia, a possibilidade de respeitar o que foi planejado estará em suas mãos.
  3. Foco na sua produtividade.
  4. Ajuda a respeitar as pausas, dando descanso ao seu cérebro para viver o aqui e o agora.
  5. Ajuda a tornar você mais flexível de acordo com os imprevistos.

Com uma ferramenta simples como um calendário digital, um passo contundente é dado na gestão da tecnologia como aliada da administração do tempo, já que o dispositivo móvel é motivador e acessível para estar atento ao tempo presente, garantir ordem e organização eficiente de cada dia.

Eu espero que em seus primeiros passos de gestão do tempo com um calendário digital, você possa começar a desfrutar de mais tempo para si mesmo, para o seu aprendizado e para o alcance de seus objetivos.

Outra ferramenta muito útil é uma Biblioteca Virtual, que também está disponível no dispositivo móvel e com um leitor em voz alta. Sem dúvida, é a ferramenta mais essencial que pode existir porque seus objetivos de aprendizagem se tornam realidade em pouco tempo apenas ouvindo o conteúdo de valor.

Mas essa ferramenta, vou falar em outro post, não perca! Até a próxima!


Referência


Strayer e Watson (2013) O cérebro multitarefa. Em Mente e Cérebro, nº 61.

 

Gabriela Millán Meza
Gabriela Millán Meza

Criativa e promotora de soluções educacionais. É autora de materiais educativos na Pearson, no Instituto Politécnico Nacional do México e nas redes sociais. Socióloga, professora e pesquisadora. Possui mestrado em Educação com especialidade em Docência e pós-graduação com especialidade em Ensino de Ciências Sociais pela FLACSO Argentina. É diplomada em Desenvolvimento de Competências Psicoafetivas no processo educacional e certificada em Docência em cursos presenciais pela CONOCER.

Inscreva-se em nosso Blog

Deixe um comentário

Posts relacionados